domingo, 22 de agosto de 2010

A aranha não é um inseto

Todo inseto é artrópode (característica de animais que possuem membros rígidos e articulados), mas nem todos artrópode (filo - subdivisão do reino animal) é inseto (classe - outra subdivisão do reino animal). Um exemplo disso está na aranha, animal invertebrado (não possuem espinha dorsal e nem crânio) e artrópode, pertencendo a classe dos aracnídeos ou arachnida, portanto, não é inseto como diversas vezes é confundida. Existem cerca de 40.000 espécies de aranhas. Possuem oito pernas, enquanto os insetos possuem seis, e seus olhos são lentes únicas, em vez de lentes compostas. Elas podem ter 8, 6, 4, 2 ou mesmo nenhum olho, como no caso de algumas espécies cavernícolas.
Dados interessantes:
  • Produzem teias, que são 5 vezes mais fortes do que o aço no mesmo diâmetro.
  • Além disso a teia pode ainda se esticar 4 vezes mais que seu comprimento inicial.
  • As teias resistem a água e a temperaturas até -45°C sem se romperem.
  • A aranha poderia morrer presa em sua própria teia, mas sua pata é equipada com pêlos que não permitem que isso aconteça.
  • Existem 40.000 espécies de aranhas conhecidas, mas alguns estudiosos calculam este número pode chegar a 100.000.
  • Essas 40.000 espécies são divididas em mais de 100 famílias, sendo que cerca de 30 delas são consideráveis perigosas para o homem.
  • A maior aranha do mundo é a Theraphosa blondi e chega a medir até 20 centímetros de uma pata a outra, já a menor é a Patu digua que tem o tamanho da cabeça de um alfinete.
  • Os filhotes aprendem a fabricar teia sozinhos.
  • Algumas aranhas sobem em pontos altos, liberam um fio de teia e se deixam levar pelo vento, povoando assim ilhas e continentes.

A.argentata02.jpgArgiope argentata (aranha de prata)

Nenhum comentário:

Postar um comentário